contos eroticos e fantasias dos leitores

desperte a fantasia em você

13 de janeiro de 2009

O VELHO DA OFICINA

Pessoal meu nome é Ingrid tenho 18 anos, morena 1,70 de altura, 65 kilos, na época estava desempregada, sem dinheiro nenhum, para roupa e nem para sair com as amigas, estava ficando louca, chegando o final de ano, muitas festas e eu parada, meu namorado é um duro, só tem uma motinha, para transarmos é um sufoco ou em lugares escuros ou pulando o muro da minha casa a noite e entrando pela janela. Bem sempre que eu saio na rua os caras mexem comigo principalmente o Senhor, Juca, um cara feio, dono de uma oficina mecânica do lado da minha casa, gosto de provocar ele mais somente isto, até o dia que fui ao fundo do poço, meu tênis estava estragando, sem dinheiro para comprar outro, resolvi ariscar, estourou um cano na minha casa e minha mãe pediu para eu pedir uma chave emprestada, fui com um shortinho minúsculo e uma blusinha que deixava meus seios quase pulando para fora, cheguei lá tinha um cliente fazendo o pagamento de um serviço, fiquei olhando o dinheiro e o cara foi embora, pedi a chave, ele me deu, ai perguntei o que ele iria me dar de presente de natal, ele riu e me deu 50 reais, quando virei para ir embora ele passou a mão na minha bunda, dei uma risadinha safada e fui embora, mais tarde voltei para entregar a chave, chamei por ele que estava nos fundos trabalhando, fui até ele, estava de saia e ele embaixo de um carro , quando saiu, viu tudo por baixo da minha saia, entreguei a chave e fui saindo, ai pensei em ariscar mais, falei seu Juca, aquele dinheiro que o senhor me deu não deu para nada, ele correu e trancou a porta, voltou e me enconchou e perguntou quanto eu queria para chupar meus peitos, falei nossa seu Juca, não faço isto, ele falou te dou 100 reais para chupar um pouco, perguntei do dinheiro , ele me deu, puxei minha blusinha para baixo e ele começou a chupar, me ofereceu mais 50 reais para sentar no colo dele. Topei na hora, minha saia subiu, fiquei somente de calcinha, ele tirou o pau para fora e ficava tentando furar a calcinha, queria me comer de qualquer jeito, ai dei o golpe final no coroa, perguntei o Senhor Quer me comer quanto o senhor paga, ele olhou na carteira tinha 300 reais, falei que era muito pouco, me mandou esperar e voltou com mais, agora eu tenho 700 disse ele, ta bom, falei me dá o dinheiro ele me deu, baixei a calcinha e fiquei de quatro, no capô de um carro que estava na oficina, ele veio babando e me penetrou, tinha um pau maior e mais grosso que meu namorado, e gostoso também cheguei a gozar, o safado nem lembrou de camisinha, alguns minutos ele gozou dentro de mim, me fiz de brava e tomei mais 70 reais dele para comprar a pílula do dia seguinte, era tudo mentira, pois tome anticoncepcional, ele deu e fui embora, sabendo quando eu precisar de dinheiro, sei onde tem.

08/01/09

ENVIE SEU CONTO PARA : jc76santos@terra.com.br / ajcsgata@hotmail.com

criado por jc76santos    22:03 — Arquivado em: sexo

1 Comentário »

  1. Comentário por narcisinha — 25 de fevereiro de 2014 @ 3:03

    goste quero a continuação

Deixe um comentário

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://contoscontoseroticos.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.